A Armadilha do “Apego”

27 07 2011

O que nos impede de crescer, de mudar, melhorar nossa vida, nossos relacionamentos?

O “apego” é uma das coisas mais danosas e prejudiciais ao nosso crescimento. Muitas vezes nos sentimos incapazes de transformar nossas vidas não porque não temos a capacidade da transformação mas pelo simples fato de ficamos literalmente presos a certas coisas e nos recusarmos a soltá-las.

Na região nordeste e norte do Brasil existe uma árvore que se chama Sapucaia. Ela produz um fruto em forma de cumbuca. Quando este amadurece e se abre do seu interior são liberadas pequenas castanhas. O macacos destas regiões são fascinados por castanhas.

O problema é que o orifício é grande o suficiente para que eles introduzam a mão aberta mas quando pegam a castanha e a mão se fecha ela fica presa. Eles só conseguem tirar a mão quando largam e abandonam o fruto. Alguns macacos chegam a ficar dias presos à cumbuca sem saber como se libertar. Com este comportamento eles se tornam presas fáceis para predadores e caçadores. Os macacos velhos e experientes, sabem onde põe a mão porque já passaram pela sofrida experiência. Daí o vem ditado: “Macaco velho não mete a mão em cumbuca”.

Nós apresentamos o mesmo comportamento com relação a muitas coisas em nossas vidas. Ficamos presos a “cumbucas” porque nos apegamos a coisas, a comportamentos, a crenças, etc. Quando a vida nos diz para soltarmos estas coisas para haver uma transformação, nós negamos e continuamos agarrados, não agimos e continuamos presos.

Não é uma questão de não podermos mudar, mas sim uma questão de resistirmos à mudança sem nos darmos conta disso. Algumas vezes estamos com a mão presa na cumbuca mas nem sabemos o que estamos segurando.

Quais são as mudanças e novas possibilidades que iriam surgir na sua vida se simplesmente você abrisse a mão e se desapegasse às coisas que te prendem à cumbuca que você está preso hoje?

Marlus M. Marconcin – Coach de Saúde
All rights reserved ©

Anúncios




O Ponto Negro

20 07 2011

Quando observo pessoas de sucesso, pessoas felizes com o que fazem, satisfeitas com o que tem e o que acham que são, percebo uma constante, sua atitude positiva frente as situações da vida.

Recebi esta semana num email uma mensagem que gostaria de compartilhar com você.

O Ponto Negro

Autor desconhecido

Certo dia, um professor chegou na sala de aula e disse aos alunos para se prepararem para uma prova-relâmpago.
Todos acertaram suas filas, aguardando assustados o teste que viria.
O professor foi entregando, então, a folha da prova com a parte do texto virada para baixo, como era de costume.
Depois que todos receberam, pediu que desvirassem a folha.
Para surpresa de todos, não havia uma só pergunta ou texto, apenas um ponto negro, no meio da folha.
O professor, analisando a expressão de surpresa que todos faziam, disse o seguinte:

– Agora, vocês vão escrever um texto sobre o que estão vendo.

Todos os alunos, confusos, começaram, então, a difícil e inexplicável tarefa.
Terminado o tempo, o mestre recolheu as folhas, colocou-se na frente da turma e começou a ler as redações em voz alta.
Todas, sem exceção, definiram o ponto negro, tentando dar explicações por sua presença no centro da folha.
Terminada a leitura, a sala em silêncio, o professor então começou a explicar:

– Esse teste não será para nota, apenas serve de lição para todos nós. Ninguém na sala falou sobre a folha em branco.

Todos centralizaram suas atenções no ponto negro. Assim acontece em nossas vida. Temos uma folha em branco inteira para observar e aproveitar, mas sempre nos centralizamos nos pontos negros. A vida é um presente da natureza dado a cada um de nós, com extremo carinho e cuidado. 
Temos motivos para comemorar sempre. A natureza que se renova, os amigos que se fazem presentes, o emprego que nos dá o sustento, os milagres que diariamente presenciamos. No entanto, insistimos em olhar apenas para o ponto negro!

O problema de saúde que nos preocupa, a falta de dinheiro, o relacionamento difícil com um familiar, a decepção com um amigo.

Os pontos negros são mínimos em comparação com tudo aquilo que temos diariamente, mas são eles que povoam nossa mente.
Pense nisso!
Tire os olhos dos pontos negros de sua vida.
Aproveite cada situação da vida cada momento a natureza lhe dá como um aprendizado precioso.
“Creia que o choro pode durar a noite toda, mas a alegria logo vem no amanhecer.” Salm 30 – 5


Tenha essa certeza, tranqüilize-se e …. SEJA FELIZ.

 

Marlus M. Marconcin – Coach de Saúde
All rights reserved ©





As vantagens do “Não-Fumante”

7 07 2011

É de conhecimento de todos no que cigarro prejudica a saúde do fumante. Quem mais está atualizado com estas informações talvez sejam os próprios fumantes pois em cada carteira de cigarro está uma foto e uma informação doa malefícios do uso do fumo.

Pouco se fala, porém, dos benefícios de não fumar.

Para um fumante, deixar o hábito do uso do tabaco pode melhorar a vida em diversas maneiras,incluindo:

  • Melhorar o sabor da comida
  • Uma sensação de olfato mais apurada
  • Os dentes e as unhas ficarão claros e com melhor aparência
  • O retardo do envelhecimento precoce da pele
  • Melhora na respiração
  • Melhora no desempenho sexual
  • Cabelo e roupas com um cheiro agradável.
  • Um desempenho melhor no esporte
  • Noites de sono revigorantes
  • Tranquilidade ao frequentar ambientes que proíbam o uso do cigarro
Estas são algumas vantagens, existem muitas outras. Se você é fumante pense a respeito do que você ganha com o seu hábito e o que você irá ganhar com uma atitude saudável.
Marlus M. Marconcin – Coach de Saúde
All rights reserved ©