O Futuro dos “Alimento Saudáveis”

29 03 2011

  • O assunto do momento – Hábitos Saudáveis como prevenção de doenças.
  • A obesidade é reconhecida como um problema de saúde Global.
  • Alimentos saudáveis, alimentos orgânicos e de baixa caloria aumentam nas prateleiras dos mercados.
  • O custo da saúde aumenta de maneira exponencial.

O mercado do cuidado com a saúde está em ascensão.

E uma grande parte desse mercado vai ser dominado pela nutrição, suplementos e alimentos funcionais.

Então, o que o futuro reserva para o alimento saúdável ?

É esse o futuro da alimentação saudável?

Ou isso é o futuro da alimentação saudável?

A Nutrição completa para jovens e velhos.

Assim é como o maior produtor  de alimentos do mundo (e em breve será o maior produtor de produtos “saúde e bem-estar”) vê o futuro da nutrição humana.

Será que a profecia do filme “No Mundo de 2020” com Chalton Heston irá se cumprir?

 

Esta é uma verdadeira nutrição completa.

 

 

Não é isso …

 

 

Ou isso…

 

Ou talvez isso…

 

Nem será isso…

A indústria das promessas milagrosas de saúde é tão poderosa e grande quanto a indústria dos produtos que nos prejudicam.

A complementação nutricional é válida e muitas vezes necessária. Para isso é importante um acompanhamento médico e nutricional. Agora nunca, jamais, um produto químico, industrializado irá substituir uma alimentação natural.





Exercício – Treino Rápido na hora do almoço

22 03 2011

Muitos de nós não consegue encontrar tempo livre em sua agenda para exercitar-se. O que fazer? Como criar um tempo para o exercício?

 

O especialista em fitness Tamilee Webb, criador da série de DVD Tight on Time , apresenta uma forma de exercitar durante a hora do almoço. Ao se exercitar durante o almoço, as pessoas não precisam acordar cedo, ou chegar tarde em casa, assim sua agenda permanece intacta. “É fundamental trabalhar dentro de suas limitações de tempo para encontrar um bom momento para o exercício, caso contrário você não irá fazer isso”, diz Webb.

Webb desenvolveu uma prática de rotina de baixo impacto onde qualquer pessoa ocupada pode trabalhar eficientemente várias partes do corpo ao mesmo tempo. Também criou uma seqüência de alongamento suave para ajudar relaxar a mente antes de retornar ao trabalho. “A rotina de toda deve demorar cerca de 20 minutos e pode ser feito em casa ou em um ambiente de escritório”, diz Webb.

Algumas dicas úteis:

  • Entre em contato com um profissional de Educação Física para que ele oriente os exercícios conforme a sua necessidade.
  • Mantenha um par tênis e roupas para exercícios no escritório ou no seu carro para facilitar e estar sempre pronto.

Power lunch: O que comer quando você se exercita durante a sua pausa para almoço?

“Se você se exercita na hora do almoço, pense em comer antes e depois do treino”, diz Ashley Koff, RD, fundador da healthXchange, uma empresa de aconselhamento nutricional baseada em Los Angeles. “Fazer um lanche no meio da manhã vai ajudar a dar energia para seu treino, permitindo tempo suficiente para digerir antes do exercício. Comer uma refeição bem equilibrada depois irá repor os carboidratos e outros nutrientes para o resto do dia.”

Aqui estão algumas opções de lanche pré-treino :

• Metade de uma banana com um punhado de nozes cruas ou 1 / 4 xícara de granola

• Café com leite de soja comum e uma pitada de canela

• Uma maçã.

Após o treino opte por refeições equilibradas como estas:

• Uma xícara de missô, frutas e queijo branco

• Sanduíche com pão integral de peito de peru , queijo de baixo teor de gordura, pepino e uma colher de sopa de guacamole.

• Um rolo de sushi e uma salada pequena

* Aqui também é importante a orientação de um Nutricionista.*

Então, não parece simples? Que tal experimentar durante esta semana e ver o que acontece?





Obesidade Infantil – Descoberta a Solução

8 03 2011

A obesidade infantil é um problema atual e parece sem controle. Busca-se desesperadamente por uma solução. O interessante é que recentemente os cientistas “descobriram a roda”.

Na década de 1970, quando era criança, costumava passar horas num campinho de uma praça do bairro jogando futebol com os amigos.

Durante a semana, chegávamos da escola, fazíamos nosso dever de casa e depois íamos direto para a pracinha jogar bola até escurecer. Nos finais de semana, variávamos um pouco andando de bicicleta pelo bairro, e depois futebol. Afinal ninguém é de ferro.

E de acordo com um estudo recente ,  “inadvertidamente”, descobriram a cura para a obesidade infantil .

Cientistas britânicos descobriram que “são menores os índices de obesidade entre meninos e meninas que participam de atividade física com seus melhores amigos, no bairro onde vivem.”

Outros estudos complementam…

“Pesquisa provam na força do poder amigo – basta se exercitar com um  amigo ou ter um amigo que aumenta a chance da criança se manter em forma e ativa. Sabemos que as crianças que se exercitam durante a infância são mais propensas a continuar com estes bons hábitos quando elas crescem – reduzindo o risco de doenças cardíacas e circulatórias “.

“Estamos diante de uma geração de crianças cujas cinturas estão se expandindo. Pesquisas mostram que a simples iniciativa  de incentivar seu filho a correr ao junto com seu melhor amigo poderia ter um grande impacto sobre sua saúde .”

E não estamos falando de esportes organizados.

Estamos falando de um grupo de garotos correndo atrás de uma bola… as crianças são loucas por isso.

Precisa gastar fortunas para provar o óbvio?

Referências





Onde e quando começa a mudança?

2 03 2011

Muitas vezes observo pessoas que querem uma vida melhor, viver plenamente, porém ao se depararem com a importância de fazer ajustes em sua vida desistem. Para melhorar a saúde, para alcançar objetivos a mudança é necessária.

Encontrei neste blog   Idea’s space um texto muito interessante que tomei a liberdade de traduzir. Aplique isso no seu plano de vida e de saúde.

A maior parte do tempo, percebemos que as pessoas são relutantes com as mudanças, e por outro lado, elas reclamando quando nada muda. Como explicar tal paradoxo?

Quando se fala de mudança é importante considerar em primeiro lugar a questão da percepção. Como podemos perceber algumas mudanças que ocorrem lentamente? Se você observar uma árvore em seu jardim todos os dias, você provavelmente não irá ver que a árvore está crescendo, mas se você for observá-la três meses mais tarde, você vai notar que ela cresceu. A arvore cresceu, mas você notou isso de repente. A percepção da mudança é um choque, que acontece de repente.

Será que é porque a mudança não é percebida porque as pessoas não querem mudar, ou porque estão com medo de mudar? As pessoas só permitem mudar se elas percebem a necessidade de alterar ou perceber a mudança como uma oportunidade. Se eles não têm uma alternativa, uma escolha ou outra situação, eles serão motivados a mudar. Por exemplo, o desenvolvimento das tecnologias da informação tem um enorme impacto na nossa vida profissional e pessoal. Algumas pessoas são mais relutantes que outras para usá-los, porque elas acharam isso difícil. Mas num certo momento, elas serão obrigadas a usá-los, e provavelmente vão achar isso maravilhoso. Basta pensar como podemos nos comunicar pelo mundo inteiro através da Internet e e-mail, quando antes você tinha que enviar pelo correio sem ter a certeza de que o seu correspondente ia receber sua carta.

A mudança implica também a educação. Pela educação, podemos compreender mais coisas, e perceber as necessidades de mudança. Ao compreender as necessidades de mudanças e as conseqüências de mudanças, desfaz-se o medo. Mas, por educação, as pessoas podem ser afectadas pelas mudanças e tomar medidas apropriadas para enfrenta-las. Tomemos por exemplo o problema do meio ambiente. Estudos científicos mostram que se todas as pessoas ao redor do mundo vivessem seguindo os mesmos padrões que as pessoas nos países ocidentais, precisaríamos de três vezes os recursos naturais que o planeta está produzindo. Cada povo deve contribuir para reduzir o consumo de recursos mudando alguns hábitos.Poderíamos obrigar as pessoas a mudarem seu modo de viver sem atingir a sua liberdade? É difícil, claro, mas as pessoas que não alteram os seus hábitos sendo obrigadas por pessoas a mudarem seu modo de vida.

Mudança implica que primeiro temos que admitir que somos os atores de nossa própria vida, e atores do mundo em que estamos vivendo. Nós não podemos sempre esperar que a mudança virá de outras pessoas. É importante admitirmos também que é bom compartilhar o ambiente em que estamos vivendo com outras pessoas, e que é importante fazer escolhas, respeitando a comunidade. Isso implica em tomarmos decisões e assumirmos responsabilidades.

A mudança implica a quebrar os nossos hábitos, para quebrar a rotina. Esta mudança de hábitos demanda algum esforço. Mas as pessoas tem medo de fazer esses esforços. Como podemos tirar essas conclusões, se não tentarmos algo diferente, fazer as coisas de outra maneira? Para muitas coisas, primeiro temos que começar do início, fazendo coisas simples. Antes de escalar o Everest, experimentar primeiro  subir em uma cadeira! Antes de ter algum preconceito sobre grandes alterações, vamos experimentar primeiro algumas pequenas mudanças. Para conquistar um PhD em matemática pela é importante em primeiro lugar estudar noções básicas de aritmética. É como construir uma casa, colocando pedras, uma após o outra.

Podemos nos adaptar à mudança? Sim, nós podemos fazer gradualmente. Como mencionei antes, você pode aceitar as alterações passo a passo. Sempre demandará um esforço aprovar alguma mudanças, porque nós temos que mudar nossos hábitos. A mudança é como qualquer exercício, quando você está acostumado a algo, quando você tem aquilo integrado, então é mais fácil de mudar, fazendo pequenas mudanças possibilitará mudanças maiores. Ao mudar as coisas em sua vida, você se torna mais auto-confiante, mais flexível e adaptável.  Ao mudar nós ampliamos a nossa chance de enfrentar novos desafios e oportunidades.