Limpeza de Ano Novo

9 01 2012

Janeiro é um mês de “balanço geral”, rever os resultados do ano anterior, traçar novos rumos, rever conceitos, etc…

Uma coisa muito importante é “limpar a área” para deixar que as coisas aconteçam.

Neste mês vamos revisar alguns conceitos importantes que irão ajudar neste novo ano.

Gostaria que você desse uma olhada com atenção num post anterior de autoria de uma grande amiga, muito oportuno para essa época. “O Princípio do Vácuo”

Fica um pensamento que gosto muito:

“Quem teve a idéia de cortar o tempo em fatias, a que se deu o nome de ano, foi um indivíduo genial. Industrializou a esperança, fazendo-a funcionar no limite da exaustão.
Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos. Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez, com outro número e outra vontade de acreditar que daqui pra diante vai ser diferente.”— Carlos Drummond de Andrade

 

Marlus M. Marconcin – Coach de Saúde

All rights reserved ©





Uma lição de vida diante da morte

9 10 2011

Nem sempre as grandes mudanças foram frutos do aprendizado vindo de inúmeros títulos acadêmicos. O sucesso na vida é fruto colhido com o aprendizado obtido após inúmeros fracassos, fracassos que fazem a gente “Pensar Diferente”.

Essa é a lição de vida que Steve Jobs compartilhou num discurso de colação de Grau em Stanford, 2005

“A única coisa que te faz seguir adiante é amar o que você faz. Você tem que encontrar aquilo que você ama. O único jeito de ficar verdadeiramente satisfeito é fazer o que você acredita ser um excelente trabalho e um excelente trabalho só nasce do amor pelo que você faz.

Seu tempo é limitado então não desperdice-o vivendo a vida dos outros.

Não deixe o barulho de vozes alheias silenciarem a sua voz interior. E o mais importante: tenha coragem de seguir seu coração e intuição, de alguma maneira, eles já sabem o que você quer se tornar. Todo o resto é secundário.” Steve Jobs






Programas de Prevenção em Saúde – Erros comuns

27 04 2011

É um consenso geral que uma empresa que possui um Programa de Prevenção em Saúde tomou uma boa decisão de negócios. Este programa, não só pode ajudar seus funcionários a conquistarem uma vida saudável, como também ele pode economizar verdadeiras fortunas. Acontece que muitas empresas estão encontrando dificuldades para ter um programa interno de prevenção bem sucedido. Aqui estão algumas razões que os Programas de Prevenção em Saúde estão aquém das expectativas:

1. Falta de recursos. Financiamento adequado, o acesso aos recursos internos e de pessoal são importantíssimos para ajudar ao programa ter sucesso.

  • Financiamento – Os programas de prevenção de sucesso requerem um investimento em tempo, dinheiro, bem como dos recursos internos da empresa. Empresas acreditam neste investimento tem um retorno excepcional, após apenas dois a quatro anos. Estatísticas afirmam que há um ganho de 100 dólares para cada Dolar investido em prevenção.
  • Suporte  – Os funcionários precisam de orientação para compreender às exigências e o conteúdo do programa preventivo. Os funcionários podem não ter as habilidades e conhecimentos necessários para implementar, comunicar e gerenciar o programa no seu dia-a-dia. Uma estratégia de suporte de informações realizado por um especialista em prevenção, seja ele um diretor, gerente, médico do trabalho, psicólogo ou um coach de saúde pode implementar e administrar o programa – é um item valioso e irá assegurar que todos os aspectos do programa serão geridos de forma eficaz.

2. Falta de interesse. Para que qualquer programa para ter um impacto duradouro, é importante que os funcionários estejam motivados na melhoria da sua saúde. A participação dos trabalhadores pode ser realizada através da comunicação e educação. Quando as pessoas compreendem como o programa pode beneficiá-los, e envolvê-los , como parte do programa, então eles terão maior interesse em participar. É particularmente importante para identificar e engajar os funcionários de alto risco – aqueles que fumam, os obesos ou têm outros fatores de risco identificáveis. Os funcionários de alto risco irão custar a sua empresa 3-5 vezes mais do que a média dos trabalhadores, por isso é benéfico engajá-los num estilo de vida saudável.

3. Falta de um Envolvimento Global. Os funcionários serão muito mais propensos a participar do programa de prevenção se vêem o alto escalão participando ativamente dos mesmos programas e desafios saudáveis. Isso pode ser feito por conseguir o apoio de sua equipe de alta gerência, desde o início, identificando claramente o seu papel na promoção do programa.

4. A Falta de Planejamento. Talvez a sua empresa começou o programa de uma maneira estrondosa, mas com o passar do tempo o “barulho” foi diminuindo rapidamente e os funcionários deixaram de participar. Mudar comportamentos não acontece de um dia para o outro, o reforço dos conceitos e ações, a motivação permanente é necessária, isso inclui eventos de lazer, variar metodogias e dinâmicas de trabalhos, etc… Um plano de incentivo pode desempenhar um papel significativo no  nível de participação e de sucesso que você irá conseguir.

5. Informações em Excesso. A maioria das pessoas já ouviram o suficiente que fumar é prejudicial, os vegetais são bons, e que eles devem fazer mais exercício. Ter um site ou link de newsletter com essa informação pode ser útil, mas a realidade é que muitas pessoas não vão ter tempo para ler. É importante ter opções para as pessoas falarem com especialista sobre a implementação de mudanças em suas próprias vidas. O Coaching de Saúde dará condições às pessoas de exporem seus problemas de maneira individual e personalizada à sua situação específica.

Um programa de prevenção bem-sucedido exige um financiamento adequado e de recursos, de pessoal para ajudar a planejar e gerencia-lo, o apoio de lideranças empresariais e especialistas em medicina do trabalho, bem como a avaliação periódica para ter certeza que é continuar a atender seus objetivos específicos. Essas dicas são eficazes para as empresas, considerando bem-estar corporativo .

Marlus M. Marconcin – Coach de Saúde
All rights reserved ©





Porque consultar um Coach de Saúde?

2 12 2010

Uma vida sem objetivo, hábitos alimentares inadequados, desperdício de energia, de tempo e recursos, saúde com sérios problemas, instabilidade emocional. É assim que as pessoas constroem suas vidas; de maneira semelhante, nesse empirismo, os países cuidam da lavoura, da indústria e o próprio governo. Resultado, pessoas insatisfeitas com sua saúde e com sua vida. Vivem de forma limitada e desmotivada.

Como esta realidade pode ser transformada? Como suprir às necessidades das pessoas que sonham com a qualidade de vida?

Seria uma utopia imaginar um quadro assim? Pessoas felizes, realizadas, praticando esporte, tendo atividades de lazer com prazer, trabalhando com motivação. Isso tudo como resultado de adotar estratégias simples e acessíveis de hábitos saudáveis, orientado por um profissional comprometido e atento às necessidades individuais de cada um.

Planejamento, um item altamente valorizado em qualquer situação da vida. As pessoas comumente se importam pouco com o planejamento de suas vidas, principalmente quando se trata de saúde. Buscam informações em revistas populares, notícias na TV, artigos na Internet e, o que é mais comum, opinião de pessoas leigas totalmente despreparadas e desinformadas. A grande maioria busca uma informação profissional somente quando a “casa está caindo”. Tomam assim atitudes infundadas e muitas vezes arriscadas, sempre com a desculpa da “falta de recursos”. A verdade é que manter alguns hábitos saudáveis, ter uma alimentação adequada, balanceada e eficientemente nutritiva, juntamente com uma orientação profissional personalizada tem um custo, que varia conforme a pessoa, porém quando os cálculos são feitos este custo passa a ter outro nome, “Economia”. Questionando qualquer pessoa com alguma experiência de vida teremos uma resposta unânime: sempre acontece algo inesperado e imprevisto, quando se fala de saúde, cujo custo para o reparo pode ser alto, permanente e algumas vezes até irreversível.

O planejamento da saúde é possível. O Coach de Saúde é um profissional que, além da formação médica, garante um conhecimento profundo a atualizado sobre o assunto, é treinado e capacitado a perceber a situação de saúde do cliente de uma maneira abrangente e sistêmica. Ele observa o modo de vida dos clientes, suas aspirações, suas necessidades e por fim propõe uma solução que atenda as suas exigências.

Para desenvolvimento do planejamento da saúde não há regras, mas sim uma adequação das necessidades de cada pessoa considerando os aspectos contextuais da vida de cada um.

Então, quando é contabilizado o todo, a contratação de um coach de saúde minimiza os custos de uma maneira global, a curto e longo prazo e, o que é mais importante, proporcionar aos cliente a satisfação duradoura de viver em uma vida plena na “sua” medida.

Uma sociedade justa e equilibrada é construída e não um resultado do acaso ou da sorte de atitudes “empíricas”. Quando as pessoas conseguem conquistar uma vida com qualidade real, elas também despertam em si a importância do planejamento global de suas vidas profissionais, financeira, psicológica, social, familiar, etc. Em todos esses casos existem profissionais capacitados e capazes de dar orientações adequadas a cada caso. Algo pode ser feito para uma melhoria da qualidade de vida de nosso país e nosso planeta como um todo, por que não começar melhorando a qualidade de vida de cada indivíduo particularmente?

O que fazer? Consulte um coach de saúde.





Determinando o seu “Bem Estar”

24 04 2009

“Se você convencer a você mesmo que você pode fazer algo, desde que isso seja possível, não importa como, você irá conseguir.”
Emile Coue (1920)


“Nutro o meu corpo com alimentos saudáveis e nutritivos.”

“Eu sou um pai e marido atencioso e consciente, que procuro viver uma vida de alta qualidade.”

“Meu trabalho é ajudar as pessoas a desenvolver a coragem, o foco e o apoio para alcançarem seu objetivos na vida.”

Estas são algumas das afirmações que faço para mim mesmo várias vezes por dia. Ao longo dos últimos anos, tenho lido dezenas de livros, assisto a vários DVDs, e frequentei inúmeros seminários que me ajudaram a crescer, tanto pessoalmente e profissionalmente. Uma das lições que ouvimos com freqüência, foi utilizar o poder das afirmações para fazer, ter e ser o que mais queremos na vida. Isso são coisas que nenhum dinheiro compra. Pensei: “Que palavras que posso, repetir a mim mesmo que façam a diferença na minha vida?”

Aprendi que a maneira eficiente consiste em dizê-las em linguagem positiva, específica, simples, que seja realista e dita no presente. Cada vez mais percebo os benefícios de uma atitude positiva, tanto em minha vida como na vida de meus clientes.

Não se trata de mágica ou algo sobrenatural. De alguma maneira, você passa a perceber as coisas que te ajudam e a cegar-se a coisas que te atrapalham; pessoas úteis para os seus objetivos irão se aproximar naturalmente de você e você irá persuadi-las a te ajudar, apenas com as suas atitudes positivas, em contrapartida, pessoas que te atrapalhariam também irão se afastar naturalmente.

Se você quer ser, fazer e ter o que você mais deseja na vida, se você quer construir o seu “Bem Estar”, aconselho que você tenha o hábito de se alimentar de afirmações positivas.

 

AÇÃO SUGERIDA:

Escreva por extenso, pelo menos três afirmações contendo as suas metas ou as qualidades que pretende desenvolver em si mesmo. Escreva numa linguagem positiva (evite afirmações como: “Não vou …” ou “eu não …”). Leia-as quando você acorda, antes de cada refeição, e logo antes de ir para a cama. Faça isto por pelo menos 30 dias consistentemente e perceba como as afirmações podem fazer as coisas ao seu redor trabalharem em seu benefício.

 

Marlus M. Marconcin, Coaching de Saúde

All rights reserved ©