Pare por um momento!!!!

26 12 2011

Está terminando um novo ano. Muita coisa aconteceu, coisas boas e coisas ruins. Este é um momento para fazer um balaço do que adquirimos tanto com o bom quanto com o ruim, se pensarmos bem existe aprendizado em tudo o que nos acontece.

Agora, para este balanço ser eficiente é importante “Parar”. Isso mesmo, reserve alguns momentos para parar tudo. Não caia na tentação de trocar o pneu do carro com ele em movimento.

Fique quieto.

Apenas por um momento. Ouça o mundo ao seu redor. Sinta sua respiração entrando e saindo. Ouça seus pensamentos. Preste atenção aos detalhes do que acontece ao seu redor.

Corremos o ano todo, todos os dias, o dia todo, fazendo coisas, conversando, lendo e enviando e-mails, mensagens, navegando na Internet, postando nas redes sociais.

Estamos sempre ligados, sempre conectados, sempre pensando, sempre falando. Não há tempo para a quietude – e sentar-se em frente de um computador durante todo o dia ou na frente da televisão, não conta como quietude.

Essa loucura tem um custo: perdemos esse tempo para a contemplação do belo, para observar a natureza, ouvir os sons  e sentir o calor da vida. Perdemos a paz.

E pior ainda: toda essa correria é muitas vezes contraproducente. Eu sei que, o agir é muito importante – a inatividade é vista como preguiça indolência. No entanto, a ação às vezes até demais é pior do que nenhuma ação. Algumas vezes você pode correr freneticamente mas não ganhar nada. Ou você pode fazer muita coisa – mas nada importante. Ou você pode danificar as coisas com suas ações, tornar as coisas piores do que se você tivesse ficado quieto.

E quando somos forçados a ficar quietos – ao esperar algo numa fila, ou ao aguardar uma consulta médica, ou num ônibus ou metrô – muitas vezes ficamos nervosos, e precisamos encontrar algo para fazer. Alguns de nós tem dispositivos móveis, tablets, notebooks, outros tem um caderno ou uma pasta com coisas para fazer ou ler. Sendo assim, ficar quietos não é algo que estamos acostumados.

Tome um momento para pensar sobre como você vive o seu dia-a-dia, no trabalho, depois do trabalho, se preparando para o trabalho, à noite e fins de semana. Você está  correndo constantemente? Você está constantemente lendo e respondendo mensagens, checando as últimas notícias?

É assim que você quer gastar sua vida?

Se assim for, boa sorte. Se não, reserve um momento para ficar quieto. Esqueça o que você tem a fazer, ou o que você já fez. Basta curtir e viver esse momento.

Então, depois de um minuto ou dois de completa inatividade, contemplando sua vida como você gostaria que ela fosse. Veja a sua vida com menos movimento, menos afazeres, menos pressa. Se veja com mais calma, mais contemplação, mais paz.

Então como seria essa visão.

É muito simples, na verdade: tudo que você tem a fazer é ficar parado alguns momentos. Não somente neste fim de ano, todos os dias. Uma vez que você se acostuma com isso, experimente fazer a cada dia. Respire fundo quando você se sentir agitado. Desacelere, encontrar a felicidade agora, neste momento, em vez de esperar por ela.

Saboreie a quietude. É um tesouro, e está disponível para nós, sempre.

Marlus M. Marconcin – Coach de Saúde

All rights reserved ©

Anúncios




A Porta Negra

15 12 2009

Arte: Mário Russo

Há décadas se discute a respeito do futuro do planeta, do cuidado com o meio ambiente. Agora em dezembro de 2009 acontece o COP15 – uma reunião com os principais lideres mundiais para estabelecer metas e regras visando o futuro do planeta. Todos sabem o que fazer, há muito tempo, porem poucos fazem o necessário.  Todos os países sabem que o prejuízo é incalculável bem  como irreparável, e pouco ou nada se faz efetivamente para uma melhora. O que acontece com o ser humano?

Quando falamos de saúde acontece a mesma coisas. Por que razão muitas pessoas continuam hábitos que prejudicam a sua saúde? Por que insistem em continuarem fumando, em manter um alimentação desregrada, dormindo mau, etc…? Sabem dos malefícios, sabem das conseqüências, porém não conseguem a liberdade!

Era uma vez um país das Mil e uma Noites.


Neste país, havia um Rei que era muito polêmico por causa de seus atos. Ele pegava os prisioneiros de guerra e levava para uma enorme sala. Os prisioneiros eram enfileirados no centro da sala e o Rei gritava, dizendo:

– Eu vou dar uma chance para vocês. Olhem para o canto direito da sala.
Ao olharem, os prisioneiros viam alguns soldados armados de arco e flechas, prontos para ação.

– Agora, – continuava o Rei – Olhem para o canto esquerdo.
Ao olharem, todos os presos notavam que havia uma horrível Porta Negra de aspecto gigantesco.
Crânios humanos serviam como decoração e a maçaneta era a mão de um cadáver.
Algo horripilante só de imaginar, quanto mais para ver.

O Rei se posicionava no centro da sala e gritava:
– Agora escolham : o que vocês querem ? Morrerem cravados de flechas ou abrirem rapidamente aquela Porta Negra e entrarem lá dentro enquanto tranco vocês? Agora decidam, vocês têm livre arbítrio, escolham….

Todos os prisioneiros tinham o mesmo comportamento: na hora da decisão, eles chegavam perto da horrível Porta Negra de mais de quatro metros de altura, olhavam para os desenhos de caveiras, sangue humano, esqueletos, aspecto infernal, coisas escritas do tipo: “Viva a Morte”, etc…e decidiam:
” Quero morrer flechado”.

Um a um, todos agiam assim: olhavam para a Porta Negra e para os arqueiros da Morte e diziam para o Rei:
– Prefiro ser atravessado por flechas a abrir essa Porta Negra a ser trancado lá dentro.

Milhares optaram pelo que estavam vendo: a morte feia pelas flechas.
Mas, um dia, a guerra acabou. Passado algum tempo, um daqueles soldados do “Pelotão da Flechada” estava varrendo a enorme sala quando eis que surge o Rei. O soldado com toda reverência e meio sem jeito, perguntou:
– Sabe , ó grande Rei, eu sempre tive uma curiosidade, não se zangue com minha pergunta, mas… o que tem além daquela Porta Negra ?
O Rei respondeu :
– Lembra que eu dava aos prisioneiros duas escolhas ? Pois bem, vá e abra a Porta Negra.
O soldado, trêmulo, virou cautelosamente a maçaneta e sentiu um raio puro de sol beijar o chão feio da enorme sala.


Abriu mais um pouquinho a porta e mais luz e um gostoso cheiro de verde inundaram o local. O soldado notou que a Porta Negra abria para um caminho que apontava para a grande estrada. Foi aí que o soldado foi perceber:
a Porta Negra dava para a…. LIBERDADE !!!!!

Qual é a sua “Porta Negra”?  O que te impede de conquistar a real liberdade?

Marlus M. Marconcin
Coach de saúde





Depende de Mim

21 05 2009

O grande segredo da vida é fazermos a nossa parte em todos os aspectos da vida, a saúde é apenas um aspecto.

Medite nesta história…

DEPENDE DE MIM

Hoje levantei pensando no que fazer antes que o relógio marque meia noite.

Minha função é escolher o tipo de dia que vou ter.

Posso reclamar por estar chovendo ou agradecer às águas por lavarem a rua.

Posso ficar triste por não ter dinheiro ou me sentir encorajado para administrar minhas finanças, evitando o desperdício.

Posso reclamar sobre minha saúde ou dar graças por estar vivo.

Posso me queixar dos meus pais por não terem me dado tudo o que eu queria ou posso ser grato por ter nascido.

Posso reclamar por ter que ir trabalhar ou agradecer por ter trabalho.

Posso sentir tédio com o trabalho doméstico ou agradecer a Deus por ter um teto que abrigue minha família e meus pertences.

Posso lamentar decepções com amigos ou me entusiasmar com a possibilidade fazer novas amizades.

Se as coisas não saíram como planejei, posso ficar feliz por ter hoje para recomeçar.

O dia está à minha frente, esperando para ser o que eu quiser.

E aqui estou eu, o escultor que pode dar forma ao meu dia e ao mundo.

Tudo depende só de mim.

Autor Anônimo

Fonte: http://www.metaforas.com.br/

Marlus M. Marconcin

Coach de saúde