Abundância – isso existe, acredite.

10 06 2011

O assunto que eu mais aprecio no meu Workshop “Vida Plena”, é quando falo da abundância. Embora muitos não se deem conta disso, a abundância é algo muito real. Agora, perceber e sentir esta realidade depende de nossa atitude perante a vida.

O “sistema” insiste em nos convencer que precisamos correr atrás de nossos clientes, correr atrás de nosso sustento, correr atrás de nossa saúde, correr atrás de nossa felicidade, nossa “cara metade”, etc. Parecemos aquele burro que nunca alcança a cenoura.

Quando constatamos que existe a abundância de riqueza, de alimento, de felicidade, etc, passamos a ter uma atitude proativa diante das coisas.

Steve Jobs diz que não costuma fazer pesquisa de mercado para desenvolver algo novo. Ele cria a necessidade para as pessoas ficarem doidas para comprarem seus produtos.

Se você está trabalhando para que seu negócio, sua profissão alcance o sucesso, fique tranquilos. As pessoas que tem dinheiro querem muito gastar em coisas boas e de qualidade e pagam bem por isso. Se desenvolvermos produtos e serviços de extrema qualidade, esta riqueza e abundância simplesmente chegará até nós. Se você está sozinho(a), buscando um companheiro(a) que te agrade na aparência, caráter, atitudes, alguém para dizer “Eu te amo”, saiba que essa pessoa existe. Se nos tornarmos pessoas agradáveis, amáveis a amizade, o afeto e o amor chegará até nós. É impossível que entre os 7 bilhões de seres humanos deste mundo não exista uma combinação ideal que te agrade e, além disso, não esteja procurando alguém como você.

A solução é simples cuide bem do seu negócio da sua profissão e você alcançará o sucesso. Cuide-se bem, de sua saúde, aparência, auto estima que a sua felicidade chegará até você. É apenas uma questão de atitude positiva diante da vida.

Medite no texto de Mário Quintana a seguir. De uma forma poética está aí a solução estratégica para o nosso sucesso, em qualquer área da vida, mude as palavras conforme o contexto e aplique estes ensinamentos.

Borboletas

Mário Quintana

Quando depositamos muita confiança ou expectativas em uma pessoa,

o risco de se decepcionar é grande.

As pessoas não estão neste mundo para satisfazer as nossas expectativas,

assim como não estamos aqui, para satisfazer as delas. 

Temos que nos bastar… nos bastar sempre e

quando procuramos estar com alguém,

temos que nos conscientizar de que estamos juntos porque gostamos,

porque queremos e nos sentimos bem, nunca por precisar de alguém.

As pessoas não se precisam, elas se completam… não por serem metades,

mas por serem inteiras, dispostas a dividir objetivos comuns, alegrias e vida.

Com o tempo, você vai percebendo que para ser feliz com a outra pessoa,

você precisa em primeiro lugar, não precisar dela.

Percebe também que aquela pessoa que você ama (ou acha que ama)

e que não quer nada com você,

definitivamente, não é o homem ou a mulher de sua vida.

Você aprende a gostar de você, a cuidar de você,

e principalmente a gostar de quem gosta de você.

O segredo é não correr atrás das borboletas

e sim cuidar do jardim para que elas venham até você.

No final das contas, você vai achar, não quem você estava procurando,

mas quem estava procurando por você!”

Marlus M. Marconcin – Coach de Saúde
All rights reserved ©

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: