Onde e quando começa a mudança?

2 03 2011

Muitas vezes observo pessoas que querem uma vida melhor, viver plenamente, porém ao se depararem com a importância de fazer ajustes em sua vida desistem. Para melhorar a saúde, para alcançar objetivos a mudança é necessária.

Encontrei neste blog   Idea’s space um texto muito interessante que tomei a liberdade de traduzir. Aplique isso no seu plano de vida e de saúde.

A maior parte do tempo, percebemos que as pessoas são relutantes com as mudanças, e por outro lado, elas reclamando quando nada muda. Como explicar tal paradoxo?

Quando se fala de mudança é importante considerar em primeiro lugar a questão da percepção. Como podemos perceber algumas mudanças que ocorrem lentamente? Se você observar uma árvore em seu jardim todos os dias, você provavelmente não irá ver que a árvore está crescendo, mas se você for observá-la três meses mais tarde, você vai notar que ela cresceu. A arvore cresceu, mas você notou isso de repente. A percepção da mudança é um choque, que acontece de repente.

Será que é porque a mudança não é percebida porque as pessoas não querem mudar, ou porque estão com medo de mudar? As pessoas só permitem mudar se elas percebem a necessidade de alterar ou perceber a mudança como uma oportunidade. Se eles não têm uma alternativa, uma escolha ou outra situação, eles serão motivados a mudar. Por exemplo, o desenvolvimento das tecnologias da informação tem um enorme impacto na nossa vida profissional e pessoal. Algumas pessoas são mais relutantes que outras para usá-los, porque elas acharam isso difícil. Mas num certo momento, elas serão obrigadas a usá-los, e provavelmente vão achar isso maravilhoso. Basta pensar como podemos nos comunicar pelo mundo inteiro através da Internet e e-mail, quando antes você tinha que enviar pelo correio sem ter a certeza de que o seu correspondente ia receber sua carta.

A mudança implica também a educação. Pela educação, podemos compreender mais coisas, e perceber as necessidades de mudança. Ao compreender as necessidades de mudanças e as conseqüências de mudanças, desfaz-se o medo. Mas, por educação, as pessoas podem ser afectadas pelas mudanças e tomar medidas apropriadas para enfrenta-las. Tomemos por exemplo o problema do meio ambiente. Estudos científicos mostram que se todas as pessoas ao redor do mundo vivessem seguindo os mesmos padrões que as pessoas nos países ocidentais, precisaríamos de três vezes os recursos naturais que o planeta está produzindo. Cada povo deve contribuir para reduzir o consumo de recursos mudando alguns hábitos.Poderíamos obrigar as pessoas a mudarem seu modo de viver sem atingir a sua liberdade? É difícil, claro, mas as pessoas que não alteram os seus hábitos sendo obrigadas por pessoas a mudarem seu modo de vida.

Mudança implica que primeiro temos que admitir que somos os atores de nossa própria vida, e atores do mundo em que estamos vivendo. Nós não podemos sempre esperar que a mudança virá de outras pessoas. É importante admitirmos também que é bom compartilhar o ambiente em que estamos vivendo com outras pessoas, e que é importante fazer escolhas, respeitando a comunidade. Isso implica em tomarmos decisões e assumirmos responsabilidades.

A mudança implica a quebrar os nossos hábitos, para quebrar a rotina. Esta mudança de hábitos demanda algum esforço. Mas as pessoas tem medo de fazer esses esforços. Como podemos tirar essas conclusões, se não tentarmos algo diferente, fazer as coisas de outra maneira? Para muitas coisas, primeiro temos que começar do início, fazendo coisas simples. Antes de escalar o Everest, experimentar primeiro  subir em uma cadeira! Antes de ter algum preconceito sobre grandes alterações, vamos experimentar primeiro algumas pequenas mudanças. Para conquistar um PhD em matemática pela é importante em primeiro lugar estudar noções básicas de aritmética. É como construir uma casa, colocando pedras, uma após o outra.

Podemos nos adaptar à mudança? Sim, nós podemos fazer gradualmente. Como mencionei antes, você pode aceitar as alterações passo a passo. Sempre demandará um esforço aprovar alguma mudanças, porque nós temos que mudar nossos hábitos. A mudança é como qualquer exercício, quando você está acostumado a algo, quando você tem aquilo integrado, então é mais fácil de mudar, fazendo pequenas mudanças possibilitará mudanças maiores. Ao mudar as coisas em sua vida, você se torna mais auto-confiante, mais flexível e adaptável.  Ao mudar nós ampliamos a nossa chance de enfrentar novos desafios e oportunidades.

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: